Siga o twitter do autor do então blog Imortal Sonho - twitter.com/rodrigojonathan

Postagens de 140 caracteres sobre o Grêmio e os mais diversos assuntos

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

DESEQUILÍBRIO NO GAUCHÃO?

Ao analisar as campanhas de Grêmio e Internacional até o momento, às vésperas de um GRE-nal, me deparei com certas curiosidades. O que eu faço a seguir não tem suporte científico e a intenção não é oferecer desculpas para as dificuldades encontradas pelo Grêmio e a certa tranquilidade do Inter nas quatro primeiras partidas. Mas vejamos.

- O Grêmio enfrentou até o momento:

3 x 2 Pelotas
3 x 2 Caxias
1 x 1 Veranópolis
2 x 1 Santa Cruz


- O Internacional enfrentou até momento:

4 x 2 Ypiranga
1 x 0 Porto Alegre
1 x 1 Inter-SM
5 x 0 Juventude


> Campanhas semelhantes como observamos acima. Cada um da Dupla soma 10 pontos, sendo conquistados com 3 vitórias e 1 empate. Vale lembrar as dificuldades com que o Grêmio obteve os resultados com seu time titular (exceto contra o Santa Cruz), como também as facilidades do Inter B nas suas três partidas (na quarta partida estreou a equipe titular).


Como sabemos, o Gauchão desde o ano passado ganhou uma nova fórmula. No 1º turno que estamos existe a peculiaridade de as equipes da Chave 1 enfrentarem as equipes da Chave 2. O que facilita a minha explanação.

Hoje, a chave do Grêmio tem ele com 10 pontos, seguido por Novo Hamburgo com 7 pontos. Nas 3ª e 4ª posições com 4 pontos cada se apresentam Ypiranga e Juventude. Esportivo tem 3 pontos e o Inter-SM tem 2. Avenida e Porto Alegre somam juntos 0 pontos.

No 'outro lado da rua', o Internacional aparece com 10 pontos, acompanhado de São Luiz de Ijuí e São José-POA com a mesma pontuação. O Veranópolis está na 4ª posição com 8 pontos, Caxias 7, Pelotas e Santa Cruz tem 6. O lanterna é o Universidade com 3 pontos.

Entenderam onde quero chegar? Prestem atenção na diferença de pontuação e na consequente disputa que há dentro de cada um dos grupos? Agora como tabela.

Chave 1

Grêmio - 10
Novo Hamburgo - 7
Ypiranga - 4
Juventude - 4
Esportivo - 3
Inter-SM - 2
Avenida - 0
Porto Alegre - 0


Chave 2

Internacional - 10
São Luiz - 10
São José - 10
Veranópolis - 8
Caxias - 7
Pelotas - 6
Santa Cruz - 6
Universidade - 3


A facilidade com que as equipes da Chave 2 estão enfrentando as da Chave 1 acabam por deixar a equipe Gremista muito perto da classificação. Dependendo de certos (não muitos) resultados da rodada do fim-de-semana o Tricolor estará classificado à próxima fase. Isso restando três rodadas para o fim do 1º turno. Basta ganhar o GRE-nal, torcer por dois tropeços entre quatro equipes (Ypiranga, Juventude, Esportivo e Inter-SM) e estará nas quartas-de-final. Se preocupando apenas em que posição ocupará ao final da fase classificatória.

Já o Inter, mesmo com campanha semelhante, deverá, em caso de derrota no GRE-nal de domingo, penar nas últimas três partidas. Visto que São Luiz, São José e Veranópolis jogam em seus estádios contra equipes que se mostram frágeis até o momento - Porto Alegre, Ypiranga e Juventude, respectivamente. Ou seja, os 'vermelhinhos' podem ficar em 4º, dividindo (talvez) pontuação com o Caxias.

Mesmo com dificuldades neste início de Gauchão, o Grêmio está com 'vida mansa' na competição e pela minha análise terá mais tranquilidade ainda no 2º turno, quando enfrentará as equipes de sua chave. Com relação ao Inter, a classificação virá independente de derrota no domingo, mas sua vida 'em números' não é tão confortável para quem olha a tabela. E no returno tende a piorar, quando na minha avaliação pegará equipes mais bem planejadas e que impõem maiores dificuldades.

> Existe um outro ponto que pode ser avaliado aqui.

No caso do Grêmio, tendo perdido seus pontos: teríamos Veranópolis e Caxias com 10 pontos, Pelotas e Santa Cruz com 9. Inter ficaria com mais companhias na liderança.

No caso do Inter, tendo perdido seus pontos: Ypiranga e Juventude estariam com 7 pontos, Inter-SM teria 4 e o Porto Alegre 3. Grêmio seguiria líder isolado.


> Outro ponto de vista seria cruzar certos resultados ocorridos entre os confrontos dos adversários da dupla GRE-nal até aqui.

Caxias 1 x 1 Inter-SM
Veranópolis 5 x 1 Porto Alegre
Juventude 1 x 3 Pelotas
Ypiranga 2 x 0 Santa Cruz
Porto Alegre 4 x 5 Caxias
Pelotas 4 x 1 Ypiranga

São poucos jogos, mas os adversários do Grêmio venceram quatro vezes, empataram uma e perderam também uma em jogos contra adversários do Inter (algumas equipes se repetiram obviamente). Só a tabela de classificação já deixa a impressão de superioridade técnica e competitiva da Chave 2 sobre os da Chave 1.

O que há acima é uma avaliação de cirscunstâcias e impressões baseadas em cruzamento de dados e números. Não há intenção de ser taxativo que tudo colocado aqui tem coerência. Também sei que parece confuso, tipo um seriado Lost e suas explicações sobre a Ilha. Mas foi uma ideia, um pensamento ou um devaneio que tive, e de uma hora para outra passei a pesquisar e a escrever. Em certo momento hesitei, "será que concordo com que escrevo?". Enfim, está aqui publicado.

[Futebol é disputado dentro de campo, e as avaliações devem ser feitas baseadas em atuações dentro dele. Não que os matemáticos estejam errados com suas probabilidades, que as impressões de uma tabela não possam desenhar o resultado ou consequência de um campeonato. Só que no futebol, números mentem. Parece contraditório? Essa é a intenção, já que não tenho certeza de nada.]

Comentem aí!

Um comentário:

Ivonei disse...

Muito bem elaborado seu comentario amigo... concordo 100% contigo... Abraco. Turetta. Caxias